Procurar
Close this search box.
ACESSO RÁPIDO

Estrutura Organizativa

Modelo Organizativo-Funcional

A evolução para um modelo organizativo-funcional circular, não hierárquico e de trabalho em rede foi uma das traves-mestras da reestruturação iniciada em 1998, num processo de revisão regular do funcionamento de uma organização em crescimento, de forma a atualizar métodos e a responder afirmativamente às exigências, internas e externas, assegurando que os escassos recursos materiais e humanos são utilizados da forma mais eficaz e onde são mais precisos.

A APAV, enquanto associação privada, tem como órgãos sociais eleitos:

Assembleia Geral

A Assembleia Geral é constituída por todas as pessoas associadas em efetividade de funções e dirigida por uma Mesa.

Tem como competências reservadas (artigo 29º EAPAV) a definição das linhas fundamentais da atuação da APAV, e competência residual face aos restantes órgãos sociais.

Conselho Fiscal

O Conselho Fiscal tem uma função de fiscalização interna da associação, designadamente zelar pelo cumprimento da lei e dos estatutos e verificar e dar parecer sobre contas, relatórios de gerência e financiamentos.

Tem obrigatoriamente um revisor/a oficial de contas, cuja nomeação é independente da APAV, sendo designado/a pela Ordem dos Revisores Oficiais de Contas.

Assembleia Geral

A Direção é o órgão executivo da APAV, tendo como competências genéricas:

· Representação da associação;

· Gestão de topo e estratégica;

· Definição de objetivos e orientações gerais de execução;

· Orientação e garantia da gestão dos recursos humanos de acordo com o modelo organizativo-funcional em rede, circular e por equipas de projeto.

A Direção é apoiada pelos órgãos de carácter consultivo:

Os serviços da APAV integram os seguintes grandes sectores com funções distintas, ainda que complementares:

Organigrama

Skip to content